Conferência com Peter Dahlgren assinala arranque da 4ª Edição

Dia 6 de outubro de 2016, ULHT-Lisboa, 16:00

Local: Auditório Victor de Sá. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT, Campo Grande, 376 – Lisboa.

Entrada livre.

cartaz abertura 4edicao

Netactivism and Democracy: Technical, Socio-Cultural, and Aesthetic Contingencies

Resumo: In this presentation I will take as my point of departure the fact of political engagement and participation via the Internet (very broadly understood to include social media, mobile devices, etc.). This is a very large and heterogeneous terrain, including involvement via political parties as well as alternative groups, movements and networks. Moreover, netactivism can be found across the political spectrum.

My analytic port of entry is to highlight the various factors that make possible – as well as delimit – netactivism, i.e. its contingencies. I then try to elucidate what such contingencies mean for the dynamics of democracy. My basic trajectory is to emphasize the utility of digital media for activism and for democracy, while at the same underscoring the limits and even dangers that are embedded in these communication technologies.

I begin with technical aspects, looking briefly at the architecture of the Internet, how this shapes the online environment, and the implications this can have for activism. With socio-cultural contingencies, I turn my attention to the Web’s discursive environment, looking at some key patterns of use and modes of interaction. Not least, I treat this environment as a habitus (Bourdieu) that promotes/discourages various subject positions. Aesthetic contingencies are perhaps the most difficult to pin down, but I aim to highlight certain features about the Net’s communicative registers that are relevant for participation and the evolving character of democracy.

Nota biográfica: Peter Dahlgren é Professor Emérito do Departamento de Comunicação e Media da Lund University. Globalmente, os seus interesses de investigação debruçam-se sobre os Media e a Democracia e a Participação Democrática, com enfoque nos media digitais e no envolvimento cívico. Foi professor e investigador visitante em diversas universidades (França, Escócia, África do Sul, Estados Unidos). Muito ativo em redes e eventos académicos e europeus, é autor de inúmeras obras científicas de relevo.

Abertas candidaturas à 3ª fase

A Comissão Diretiva do Doutoramento em “Estudos de Comunicação: Tecnologia, Cultura e Sociedade” aprovou a abertura da 3ª fase de candidaturas ao programa.

As candidaturas devem ser efetuadas através do endereço: http://www.ulusofona.pt/doutoramentos/estudos-de-comunicacao-tecnologia-cultura-e-sociedade.

DATAS IMPORTANTES:

Período de candidaturas (3ª fase):

25 de julho a 01 de setembro de 2016

Divulgação dos resultados de admissão (3ª fase):

06 de setembro de 2016

Período de inscrições (3ª fase):

07 a 09 de setembro de 2016

Período de Candidatura a Bolsa FCT:

12 a 23 de setembro de 2016

Divulgação dos Resultados de Candidaturas à Bolsa FCT:

06 de outubro de 2016

* Informações relativas ao concurso de Bolsa FCT serão divulgadas aquando da abertura do mesmo.

Recomenda-se a consulta do edital.

Facebook: https://www.facebook.com/doutoramentofct/

Marcos Palacios, Peter Dahlgren e Rémy Rieffel visitam Portugal

No dia 22 de junho, os membros Comissão de Acompanhamento Externa (CAE) reuniram-se com os doutorandos e com a Comissão Diretiva.

A CAE é responsável pela supervisão e monitorização do desenvolvimento e atividade do Doutoramento. É formada pelo  Professor Marcos Palacios (Faculdade de Comunicação, da Universidade Federal da Bahia, UFBA, e Professor Catedrático visitante na Universidade da Beira Interior – UBI), Professor Rémy Rieffel (Université de Paris II Panthéon-Assas e Institut Français de Presse) e Professor Peter Dahlgren (Professor Emérito da Lund University).

Na agenda da visita dos membros da CAE  esteve uma reunião com os doutorandos das três edições do programa, que decorreu às 10h00, na Sala dos Conselhos da Faculdade de Artes e Letras da UBI.

Após o momento formal da reunião, os participantes puderam estender o debate e partilha de reflexões sobre o funcionamento do programa durante as três últimas edições (em curso) durante um almoço-convívio.

A segunda reunião foi entre os membros da CAE e da Comissão Diretiva e teve início às 16:00, na Sala dos Conselhos da Faculdade de Artes e Letras da UBI. Participaram da reunião: Professora Anabela Carvalho (Diretora do programa), Professora Carla Baptista (pelo CIMJ e em representação do CECL), Professor João Carlos Correia (pelo LabCom) e Professor José Gomes Pinto (em representação do CICANT). Além das reflexões sobre o decorrer das três edições, este momento teve também como objetivo ponderar e planear estratégias para o futuro, nomeadamente no que diz respeito à 4ª edição, que terá início no próximo ano letivo (2016/2017).

Doutorandos participaram no encerramento da 3ª edição do programa

No dia  22 de junho de 2016, a Universidade da Beira Interior (UBI),  recebeu os doutorandos das três edições do Doutoramento FCT em "Estudos de Comunicação: Tecnologia, Cultura e Sociedade" para assistirem à conferência de encerramento da 3ª edição. Subordinada ao tema "Memória Social e História: O lugar da memória mediática e suas transformações na era digital", foi proferida por Marcos Palacios, Professor titular de jornalismo da Faculdade de Comunicação, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Professor Catedrático visitante na UBI e membro da Comissão de Acompanhamento Externa do programa.

Além da conferência, a agenda do dia 22 incluiu as reuniões entre os doutorandos e os membros da CAE (Marcos Palacios, Peter Dahlgren e Rémy Rieffel) e entre os membros da Comissão Diretiva e os membros da CAE.

Conferência de Encerramento da 3ª edição com Marcos Palacios

Dia 22 de junho de 2016, UBI-Covilhã, 14:00

Local: Sala dos Conselhos. Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior (UBI), Polo I, Rua Marques de Ávila e Bolama – Covilhã.

Entrada livre.

201606091203-encerramento_doutoramento_02

Resumo da conferência:

Partimos de algumas premissas básicas, que têm orientado nossas pesquisas sobre as relações entre Memória e Media na sociedade contemporânea. Constata-se que nunca em tempos históricos esteve nossa sociedade tão envolvida e ocupada em processos de produção de memória, potencialmente armazenável em moldes quase ilimitados, passível de rápida recuperação e compartilhamento. Paradoxalmente, no entanto, o controle social desses fluxos de memória em contínua produção, seu selecionamento, armazenamento e condições de acesso público suscitam problemas novos e consideráveis desafios. Com foco especialmente (mas não exclusivamente) no Jornalismo, buscaremos explorar, de maneira panorâmica, as transformações nas relações entre Memória Social, História e produção mediática, de modo a problematizar os efeitos decorrentes dos processos de digitalização. Buscaremos explorar a ideia de que, paralelamente a uma crescente circulação e recirculação de informação, ganham crescente relevo na contemporaneidade questões de cunho agonístico e de (re)enquadramentos da memória e do esquecimento.

Nota biográfica de Marcos Palacios:

Marcos Palacios é Professor titular de jornalismo da Faculdade de Comunicação, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), no Brasil, e Professor Catedrático visitante na Universidade da Beira Interior (UBI). Entre as suas áreas de interesse no ensino e na investigação destacam-se o Webjornalismo, o Jornalismo Comparado e as Novas Tecnologias de Comunicação. Foi um dos fundadores de dois grupos de pesquisa no Brasil (Grupo de Ciberpesquisa e Grupo de Pesquisa em Jornalismo Online) e pertence ao Conselho Editorial de diversas revistas científicas nacionais e internacionais. Pertence à Comissão de Acompanhamento Externa deste programa doutoral.

Divulgação do curso na Qualifica

O Doutoramento FCT “Estudos de Comunicação: Tecnologia, Cultura e Sociedade” está a ser divulgado na “Qualifica 2016 – Feira de Educação, Formação, Juventude e Emprego“, a decorrer entre os dias 14 e 17 de abril, na Exponor (Porto).

Os materiais informativos e de divulgação estão no stand da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), que apoia este Doutoramento. Em representação do curso está, durante o dia de hoje, Kamila Fernandes, a partilhar a sua experiência enquanto doutoranda da 3ª edição do curso.

O primeiro ano desta edição está atualmente a decorrer: o 1º semestre foi na Universidade da Beira Interior – UBI (Covilhã) e na Universidade do Minho – UM (Braga) e o 2º semestre está no momento a funcionar na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias – ULHT (Lisboa).