IMG_2377

Opiniões

Porque acreditamos que novos caminhos só podem ser traçados pelo debate, queremos ouvir o que pensam estudantes, jornalistas e professores/investigadores. Vamos colocando a vários deles estas quatro perguntas.

#1 Que vantagens vê numa formação académica em Jornalismo/Comunicação para o exercício da profissão de jornalista?

#2 Que resposta deve a formação académica dar aos efeitos da associação do mercado e das novas tecnologias ao jornalismo?

#3 Defende uma formação sobretudo técnica (estudo e prática da técnica profissional) ou alicerçada numa componente mais reflexiva (estudo do Jornalismo integrado no universo mais vasto da Comunicação)? Porquê?

#4 Que ligação deve existir entre a academia (cursos de Jornalismo/Comunicação) e a profissão, durante o período lectivo e na fase de estágio?

 

Opiniões#1
Adriano Duarte Rodrigues | professor e investigador  UNovaLisboa

Opiniões#2
Filipa Gaspar | UMinho | UNovaLisboa | estagiária SIC

Opiniões#3
Maria Miguel Cabo | UNovaLisboa | ULusófonaHT | jornalista SIC

Opiniões#4
Adelino Gomes | Jornalista | CIES IULisboa

Opiniões#5
Ana Caiola | UNovaLisboa

Opiniões#6
Carla Baptista | UNovaLisboa

Opiniões#7
Gil Ferreira | IPCoimbra

Opiniões#8
Carlos Rico | jornalista SIC

Opiniões#9
Luís Bonixe | IPPortalegre

Opiniões#10
Joaquim Fidalgo | jornalista | UMinho

Opiniões#11
Carlos Camponez | UCoimbra

Opiniões#12
Duarte Valente | UMinho | Jornalista RTP

Opiniões#13
Inês Amaral | UMinho | UAutónomaLisboa | ISMiguelTorga

Opiniões#14
Pedro Moura | UMinho

Opiniões#15
Sónia Lamy | IPPortalegre

Opiniões#16
Aníbal Alves | UMinho |UCatólicaPortuguesa

Opiniões#17
Ana Isabel Reis | UPorto

2 pensamentos em “Opiniões

  1. #1 Que vantagens vê numa formação académica em Jornalismo/Comunicação para o exercício da profissão de jornalista?

    Las ventajas de la formación es que permite ejercer el Periodismo desde un punto de vista profesional que da seguridad al periodista por su alta cualificación. La formación le permite interpretar adecuadamente la realidad que le rodea y distinguirse del ‘periodista ciudadano’. Por todo ello, su cualificación es una garantía para la sociedad.

    #2 Que resposta deve a formação académica dar aos efeitos da associação do mercado e das novas tecnologias ao jornalismo?

    La respuesta debe ser una formación más cercana a la realidad laboral, aportando conocimientos de nuevas tecnologías, de nuevos perfiles periodísticos y fomentando la búsqueda de ideas emprendedoras.

    #3 Defende uma formação sobretudo técnica (estudo e prática da técnica profissional) ou alicerçada numa componente mais reflexiva (estudo do Jornalismo integrado no universo mais vasto da Comunicação)? Porquê?

    Defiendo una clara formación multidisciplinar en la que se combine el saber práctico y técnico con una formación teórica en Comunicación amplia, junto con una base reflexiva fomentada desde el conocimiento de otras áreas (Historia, Derecho, Economía, Filosofía, Religiones, Política, Arte…). La Universidad es un centro intelectual de reflexión y enriquecimiento personal, no sólo una escuela técnica. Un periodista con una amplia cultura hará mejor su trabajo.

    #4 Que ligação deve existir entre a academia (cursos de Jornalismo/Comunicação) e a profissão, durante o período lectivo e na fase de estágio?

    Debe haber mayor conexión desde diferentes perspectivas: acuerdos entre Universidades y empresas, prácticas reales de los alumnos y también respuestas en investigación, es decir, que los investigadores ofrezcan soluciones a las empresas, al estilo de un laboratorio de ideas, para mejorar los modelos de negocio, la reorganización de estructuras de trabajo y para ofrecer nuevos estilos narrativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>